[AUTOAVALIAÇÃO] SERÁ QUE VOCÊ TEM MATURIDADE EMOCIONAL?

[AUTOAVALIAÇÃO] SERÁ QUE VOCÊ TEM MATURIDADE EMOCIONAL?


Poucas pessoas entendem, mas a dinâmica da vida é desafiadora. E as pessoas que mais sofrem nessa “montanha russa” são aquelas que não estão se desenvolvendo emocionalmente, que também são chamadas de imaturas emocionais. Se esse for o seu caso eu gostaria de compartilhar com você de algumas dicas que podem te ajudar no desenvolvimento da Maturidade Emocional.

 

Imagine uma vida sem nenhum estresse, sem aborrecimentos, sem divergências de opinião ou ideias, imagine não se frustrar ou decepcionar-se com outras pessoas, já imaginou… então pare e volte para a realidade, pois viver a vida implica em gerir essas situações ao invés de ser geridos por elas.

 

A maturidade emocional pode ser definida como a habilidade em gerir as circunstâncias comuns a vida sem com isso desgastar seus relacionamentos e afetos, assim como a si mesmo. Para simplificar faça a seguinte autoavaliação;

 

Dê uma nota de 1 (muito pouco) a 10 (totalmente) nas seguintes situações;

 
  1. Você costuma emburrar (fazer bico) quando as coisas não saem do seu jeito?
  2. Depois de uma reunião “calorosa” no trabalho você se torna indiferente principalmente com as pessoas que te confrontaram ou contrariaram?
  3. Você possui o hábito de punir as pessoas com o seu silêncio?
  4. Uma situação desagradável que durou 30 segundos é capaz de acabar com seu dia?
  5. Você se ausenta ou se esconde do “mundo” ao passar por problemas?
  6. Você passa mais tempo pensando em seus problemas do que em como solucioná-los?
  7. Você não consegue se colocar na situação do outro e julga com facilidade?
  8. Você costuma descarregar suas frustrações e aborrecimentos em seus afetos?
  9. Você costuma criticar e encontrar mais defeitos do que qualidades nas pessoas com quem convive, principalmente nas mais íntimas?
  10. Pessimismo e negativismo são os principais combustíveis de sua produção diária de vida?
  11. Em uma discussão você costuma alterar o tom de voz?
  12. Você se faz de vítima na maioria das vezes?
  13. Na maioria das vezes você se sente uma pessoa injustiçada?
  14. Você acredita que normalmente o problema está ou é a outra pessoa?
  15. Você se considera uma pessoa fraca, sempre inferior aos outros?
  16. Dificilmente consegue expor suas ideias e opiniões?
 

Quanto mais respostas próximas da nota 10 maiores serão os seus riscos emocionais.

 

Ufá, eu poderia citar mais algumas situações, mas acredito que essas sejam as que com mais frequência tem tirado o sono de muita gente. Como sempre falo não existe receita de “bolo”, a maturidade emocional vem de muito trabalho com dedicação e empenho. Mas quero compartilhar de 3 estratégias que costumo usar em sessões de coaching e que podem te ajudar nessa jornada de desenvolvimento emocional.

 

1ª – Acorde 1 hora mais cedo: Defina uma área da sua vida que precise de atenção no momento e dedique esse tempo para se desenvolver através de livros, vídeos, textos, cursos online. Uma dica extra é incluir nesse horário alguma atividade física como caminhada por exemplo. Faça essas atividades e em poucas semanas irá perceber como isso irá ajudar a equilibrar suas emoções.

 

2ª – Lista do “Eu sou grato(a)”: Pegue uma folha em branco e escreva 25 motivos pelo qual você é grato em sua vida, começando sempre com “Eu sou grato(a)…”. Leia todos os dias logo ao acordar (inclua na 1 hora mais cedo) e responda o que você aprende e sente ao ler cada um desses motivos de gratidão.

   

3ª – Treine sua mente: Esteja disposto a se dedicar diariamente e a gastar tempo, dinheiro e energia para se desenvolver, procure participar de cursos, palestras, treinamentos que foquem no autoconhecimento e não apenas em mero conhecimento.

 

Espero que esse conhecimento te leve ao autoconhecimento e consequentemente ao alcance da maturidade emocional. Acredite sua produção diária lhe trouxe até aqui, se seus resultados na vida não são satisfatórios, mude sua produção diária e em poucas semanas começará a colher novos e incríveis resultados.

 

Deixe seu comentário abaixo, será um prazer respondê-lo pessoalmente!

 

Um forte abraço!

Adriano Rodrigues


Comentários

Comentários

Comments are closed.